BCG (Tuberculose)

 

 

 

Indicação: Protege contra a tuberculose.

 

Doença: A tuberculose é causada por uma bactéria chamada “bacilo de Koch”. Esta bactéria espalha-se pelo ar quando é eliminada através da fala, tosse ou espirro de pessoas portadoras de tuberculose, e que não estão em tratamento.


Devido a esta forma de transmissão, a convivência com pessoas portadoras de tuberculose, especialmente em ambientes fechados, favorece a contaminação. 
A tuberculose não é uma gripe ou pneumonia mal curada. Frio, beber algo gelado não causa tuberculose.

Mas algumas condições que reduzem as defesas do organismo podem aumentar a chance de infecção pelo bacilo da tuberculose, incluindo desnutrição, alcoolismo, tabagismo e doenças imunossupressoras, como a AIDS.

 

Os sintomas da tuberculose são insidiosos, ou seja, alguns pacientes não exibem nenhum indício da doença, outros apresentam sintomas aparentemente simples que são ignorados durante meses ou anos.

 

Os sintomas de tuberculose incluem:

• Tosse seca e contínua (geralmente no início do quadro). 

• Tosse com catarro quando a doença evolui. Podendo surgir pus ou sangue no catarro. 

• Febre baixa, geralmente no final da tarde. 

• Suores noturnos.

• Perda de apetite. 

• Fraqueza, cansaço e prostração. 

• Perda de peso.

 
Em casos mais graves os sintomas da tuberculose evoluem para:

• Dificuldade para respirar. 

• Dor no peito. 

• Tosse com eliminação de sangue. 

 

Quem pode se vacinar: Crianças e adultos.

 

Contraindicações: AIDS e outras imunodeficiências congênitas ou adquiridas. Fase aguda de infecções de pele generalizada.

 

Esquema de doses:

1ª dose: Pode ser aplicada ainda na maternidade, idealmente nos primeiros 15 dias de vida.

Reforço: Portaria nº 1602, 17 de julho de 2006, Ministério da Saúde, suspendeu a segunda dose de reforço.

 

Eventos Adversos: A vacinação pelo BCG não provoca reações pós-vacinas, febre ou mal-estar. 

Alguns dias após a vacinação, surge no local da injeção um pequeno nódulo que desaparece gradualmente e pode ulcerar-se ao fim de algumas semanas. Esta lesão desaparece espontaneamente, deixando uma pequena cicatriz. Em caso de não aparecer nenhuma marca no local da aplicação por mais de 6 meses aconselha-se relatar o caso ao pediatra.

 

Via de aplicação: Intradérmica

 

Disponibilidade: Rede Pública

 

Fotos